Tempo de Leitura: 3 minutos

Vinte e quatro horas é o tempo que cada dia nos oferece. Mil quatrocentos e quarenta minutos. E parece que nunca chegam para tudo o que queremos fazer. A maior parte de nós gostava de conseguir produzir mais com o tempo que tem disponível. E pode ser produzir mais trabalho para responder às responsabilidades profissionais ou não levar trabalho para casa e ter tempo para fazer outras coisas.

O psicólogo organizacional Adam Grant diz-nos algo muito relevante a este respeito: que a produtividade é menos sobre gestão de tempo e mais sobre gestão da atenção.

A produtividade é menos sobre gestão de tempo e mais sobre gestão da atenção.

E a verdade é que há cada vez mais estímulos que consomem a largura de banda da nossa atenção. O mais presente para a maior parte de nós é mesmo a tecnologia, como o telemóvel e tudo aquilo que nos permite fazer. Ou a expectativa de conexão constante e resposta imediata consomem a nossa atenção.

E a quantidade de informação que temos hoje disponível? Eu às vezes sinto-me perdida no meio de tantos livros, artigos e vídeos que quero ver. Se há alguns anos assistíamos atentamente a um vídeo de 5 minutos, hoje, ou conseguem captar a nossa atenção nos primeiros segundos, ou perdem-nos facilmente para outro tema.

Aquilo que verificamos é que a riqueza da informação de que dispomos e a facilidade de acesso a tudo e a todos através da tecnologia, conduziu a uma pobreza de atenção. E isso é algo que tem impacto a vários níveis: no nosso bem-estar, na qualidade do nosso trabalho e na qualidade das nossas relações pessoais e profissionais.

E não só! A nível económico verifica-se que o número de horas de trabalho com atenção limitada resulta num custo elevado para as organizações. Por pessoa perdem-se, anualmente, 28% do total de horas de trabalho o que na prática é mais de um dia de trabalho por semana.

A nossa atenção enfraquece com as distrações decorrentes do uso da tecnologia, das interrupções, do ruído à nossa volta e, ainda, com as divagações da nossa mente. E por isso, mais do que tomarmos consciência desta realidade, precisamos de saber o que está ao alcance de cada um de nós para invertermos esta tendência, e aprendermos a gerir melhor a nossa atenção, que é um recurso limitado que devemos proteger.

No curso online Melhorar o Foco falamos nisso. 🙂 

Se quiserem inscrever um grupo de empresa falem comigo pois tenho a possibilidade de preços especiais para grupos.

FERRAMENTAS

Programa individual de liderança

Programa individual de liderança

Já se pode inscrever no novo programa de liderança da Objetivo Lua. Desenhei este programa para ser flexivel e responder às necessidades tanto de gestores com experiência como daqueles com pouca ou nenhuma...

read more

AO COMANDO DA OBJETIVO LUA

Ana Relvas, Ph.D & Consultora de Desempenho

Ana Relvas é a propulsora da Objetivo Lua, projeto que cresceu da sua vontade em ajudar outros a concretizarem o seu potencial e foi construído sobre uma carreira de mais de 10 anos como Gestora e Engenheira Aeroespacial.

É esta experiência que, aliada à formação como Coach e Master Practitioner em Programação Neurolinguística, permite entender os desafios profissionais atuais e desenhar programa para cada pessoa, equipa ou empresa.

 

 

 

Soluções   Cursos   Recursos
Quem Somos   Blog   Contactos

 

 

 

Copyright © 2018 Objetivo Lua. Todos os direitos reservados. Powered by Business Config.