Tempo de Leitura: 2 minutos

Hoje quero partilhar uma experiência que vi há pouco tempo e que me impressionou muito por ilustrar o “efeito manada” e como por vezes somos levados a fazer coisas porque…os outros fazem.

A experiência

Uma mulher entra numa sala de espera de um consultório. Quando se ouve um bip, todas as outras pessoas à espera levantam-se da cadeira e voltam-se a sentar. Depois do espanto inicial e da confusão de não perceber o que os outros estavam a fazer, o desconforto social fá-la fazer o mesmo, levantar-se a cada bip, sem perceber porquê.

Mais tarde, depois de todos terem sido chamados para a “consulta”, começaram a chegar outras pessoas e ela, ao continuar a levantar-se a cada bip, conseguiu incutir esse comportamento nos outros.

Conformidade social

O efeito da pressão social leva-nos a comportar de um modo diferente daquele que gostaríamos…mesmo aqueles que acham que não são permeáveis a fazê-lo.

Isto pode-nos levar a ter comportamentos que não nos servem. Por exemplo quando toda a gente reclama de algo, é tão fácil reclamar também! Observo isso no ginásio. Às vezes dou por mim quase a reclamar que é difícil, que é demais, só por ouvir também as outras pessoas.

Por outro lado este efeito pode também ser motivador, tanto a nível individual, como a nível de equipa.

Como tirar partido da necessidade de conformidade social

O Jim Rohn dizia que nós somos a média das 5 pessoas com quem passamos mais tempo. Se optarmos por nos rodearmos de pessoas que são como queremos ser, que têm os comportamentos que gostaríamos de ter, mais facilmente os vamos assumir. Por exemplo,

  • Quando à nossa volta as pessoas fazem uma alimentação saudável e têm preocupações com a sua saúde e energia, é tão mais fácil e inspirador fazer o mesmo.
  • Quando as pessoas à nossa volta estão bem-dispostas, de bem com a vida, entusiasmadas, isso também nos inspira a sermos assim.
  • Quando as pessoas à nossa volta são empreendedores, é mais fácil criarmos o nosso próprio negócio.

Por outro lado, quando pensamos qual o impacto que a pressão social pode ter no desempenho de uma equipa, é fácil perceber que, se por exemplo alguém está integrado numa equipa em que o espírito de entreajuda é uma constante, é natural fazer o mesmo. Também é fácil perceber que alguém integrado numa equipa com comportamentos menos positivos, de gente que reclama, que não se ajudam, passe também a fazer o mesmo.

Fomente, em particular nos líderes informais, comportamentos positivos que inspirem os outros de modo a que a pressão social funcione para o “bem”.

FERRAMENTAS

Extensões úteis (grátis)

Extensões úteis (grátis)

Este mês partilho 4 extensões que experimentei recentemente no Chrome. Algumas também funcionam noutros browsers. Fika: limpa o browser para ler o conteúdo limpo. URL render: para ver o site a partir de um...

read more
Porque o tema do foco me entusiasma

Porque o tema do foco me entusiasma

Já devem ter percebido que o tema de como criar foco me entusiasma tanto, tanto que às vezes penso que deve ser um dos meus propósitos: mostrar que é possível e que podemos viver melhor mais focados. A...

read more

AO COMANDO DA OBJETIVO LUA

Ana Relvas, Ph.D & Consultora de Desempenho

Ana Relvas é a propulsora da Objetivo Lua, projeto que cresceu da sua vontade em ajudar outros a concretizarem o seu potencial e foi construído sobre uma carreira de mais de 10 anos como Gestora e Engenheira Aeroespacial.

É esta experiência que, aliada à formação como Coach e Master Practitioner em Programação Neurolinguística, permite entender os desafios profissionais atuais e desenhar programa para cada pessoa, equipa ou empresa.

 

 

 

Soluções   Cursos   Recursos
Quem Somos   Blog   Contactos

 

 

 

Copyright © 2018 Objetivo Lua. Todos os direitos reservados. Powered by Business Config.